quarta-feira, 3 de maio de 2023

Quais as consequências de satisfazer a carne e os benefícios de obedecer a Deus?

Antes de tudo quero começar esse artigo com um versículo que mostra o que realmente iremos conversar hoje!

 “Ninguém pode servir a dois senhores, pois odiará um e amará o outro; será dedicado a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro.” (Mateus 6:24)

Provavelmente já ouvimos aquele jargão: “Eu cair porque a carne é fraca”, segundo o dicionário, jargão significa:

linguagem viciada, ou posso citar uma frase de Joseph Goebbels: "Uma mentira dita mil vezes torna-se verdade.” No versículo acima Jesus fala a respeito de dinheiro, mas posso acrescentar algumas coisas que sim, podem se tornar um deus nas nossas vidas, caso não tomamos o devido cuidado, tais como: jogos, filmes, séries, pornografia, aquele futebol que vai passar na tv na hora da meditação (estudo da palavra), do culto ou do encontro de grupo, redes sociais (perdemos muito tempo nas redes sociais, quando se vê, lá se foi uma ou duas horas vendo feeds ou vídeos aleatórios), aquela novela, faculdade ou trabalho. Calma, muita calma nessa hora, não quero aqui dizer que você não deva estudar ou trabalhar, pelo contrário, isso é honroso, mas nada disso pode ocupar o lugar de Deus, pois Deus tem ciúmes, ele não vai tolerar ser o segundo em sua vida! Como está escrito: “Pois o Senhor, nosso Deus, é um fogo destruidor; ele não tolera outros deuses.” (Deuteronômio 4:24)

Vejamos exemplos de vida de duas pessoas, ambos foram chamados por Deus, conheciam as escrituras, porém algo os diferenciava, apenas uma coisa chamava atenção: suas escolhas.

 

SANSÃO

 Aquele que brincou com a tentação

Sansão é um dos personagens bíblicos mais conhecidos, que já teve inúmeros desenhos animados, filmes e até série de novela, mas infelizmente, não conseguiu se destacar por suas virtudes, mas por seus erros, o que custou sua reputação. Ele é conhecido por todos que leem a Bíblia pela sua imensa força física, aliás, Sansão deveria ser um dos maiores nomes da história de Israel. Tinha potencial para ficar ao lado de Grandes Heróis, como Moisés ou Davi, mas ele não deu importância em dar glória a Deus. Se envolveu com o pecado, não seguia as leis de Deus, brincou com o perigo e se tornou uma grande frustração.

A vida de Sansão nos mostra que devemos levar a obra e a vocação de Deus mais a sério. Só o talento não basta, é preciso ter um caráter transformado. Como minha antiga líder chamada Janaína Libório me ensinou uma vez, e nunca mais esqueci: "Caráter acima de talento."

Há muitos cristãos talentosos na Igreja, com dons maravilhosos, mas que não levam a sério sua fé. Assim como Sansão, eles não valorizam a vocação, e envergonham a Deus com suas atitudes e escolhas erradas.

Veremos algumas características de Sansão:

1) Escolheu andar sozinho.

Existem pessoas escolhendo andar sozinhas. Sansão escolheu andar sozinho e isso é um risco muito grande. Ele não compartilhava conflitos nem vitórias com ninguém. Precisamos do próximo para compartilhar lutas e vitórias. Quando você escolhe andar sozinho, está colocando sua vida em risco! Quando você caminha com os outros, a recompensa é maior! Se o solitário cair, não haverá quem o levante. Existem situações em que precisaremos de alguém para nos ajudar. As amizades verdadeiras nos ajudam nos momentos difíceis. A força é dobrada! “Alguns que se dizem amigos destroem uns aos outros, mas o verdadeiro amigo é mais próximo que um irmão.” (Provérbios 18:24)

2) Não deu ouvido a conselhos

Posso dizer por experiência própria, que os erros que mais doem, são aqueles em que fomos mais alertados. Quando os pais dizem: “Filho, não casa com fulano de tal!” E a pessoa insiste em casar…, depois colhe as consequências da desobediência. Foi o que Sansão fez, a Bíblia diz que Sansão chegou para o pai dele e disse que queria casar com uma Filisteia, vemos ele dizer: “Só esta me agrada!”. (Juízes 3.14)

“Não entrem debaixo do mesmo jugo daqueles que não amam o Senhor, pois que tem o povo de Deus em comum com o povo do pecado? Como pode a luz conviver com as trevas?” (2 Coríntios 6:14)

3) Não levava Deus a sério

“Então, ela (Dalila) lhe disse: Como dizes que me amas, se não está comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força.”(Juízes 16:15)

Lemos na Bíblia que Sansão não deu importância a Deus, que não se importou com seu chamado. Ele foi traído por Dalila três vezes e a Bíblia diz que Sansão não deu importância às armadilhas. Quantas pessoas hoje têm ouvido a Palavra de Deus, sendo advertidos pelas pregações e mesmo assim não têm dado valor às advertências que o Senhor tem mostrado. Nunca Deus vai forçar ninguém a segui-lo, mas suas escolhas tem consequências. 

4) Sansão se tornou motivo de piada.

Quando deixamos o nosso pecado nos dominar, nos tornamos palhaços nas mãos de satanás, acabamos nos tornando motivo de zombaria e diversão para o inimigo. Acabamos como Sansão: quando tinha o Senhor por perto, era forte e poderoso, mas, quando ele escolheu se afastar de Deus, virou motivo de piada. “Quando estavam bem alegres, em plena festa, os filisteus gritaram: “Tragam Sansão para cá! Queremos nos divertir com ele!” (Juízes 16:25a)

JOSÉ

Aquele que não teve vergonha de fugir
                                                    

Provavelmente todos conhecemos a história de José ou José do Egito. Em 1998, tivemos um filme animado: “O príncipe do Egito”. Se você não assistiu ainda, te indico, vale o tempo.


Vejamos, José era o penúltimo filho de Jacó, mas o primeiro nascido da esposa Raquel que era favorita de seu pai. Ele teve dois sonhos importantes, não sabemos como foi a forma que contou aos irmãos, de qualquer maneira, sabemos que eles o odiaram por conta disso. Resumindo a história, José era muito jovem quando foi vendido como escravo pelos irmãos a uma caravana que ia para o Egito. Aos 17 anos, parecia que não tinha mais futuro para esse jovem. Mas é aí que você se engana meu caro leitor, na verdade, esse problema foi o início de um grande plano de Deus. Ele sempre tem um plano para você. Com a ajuda Dele, você pode ter um ótimo futuro, e através da sua vida, Deus pode abençoar muitas pessoas. Se você quer ver e fazer a diferença e vencer na vida, aprenda com José os benefícios de agradar a Deus.

 

Certo dia, a mulher do seu senhor começou a cobiçar José e o convidou: “Venha para a cama comigo!” Mas ele se recusou e disse a ela: “O meu senhor, confiou a mim tudo o que é dele. Ele nem sabe o que existe na casa, porque deixou tudo sob a minha responsabilidade. Ninguém nesta casa está acima de mim. Ele não me privou de coisa alguma, a não ser da senhora, porque é a sua mulher. Como poderia eu, então, cometer tamanha maldade e pecar contra Deus?” A mulher não desistiu. Ela insistia dia após dia com José, mas ele se recusava a deitar-se com ela e procurava não ficar perto dela. Um dia José foi até a casa para cuidar dos negócios, e nenhum empregado se achava presente. Então ela o agarrou pela capa e voltou a convidá-lo: “Venha para a cama comigo!” Mas José fugiu para fora da casa, deixando a capa nas mãos dela.Gênesis 39:7-12


Fugir da tentação significa que a reconhecemos como um perigo e fugimos para longe, sem hesitação. Embora a tentação em si não seja um pecado, mas quando não fugimos dessa tentação, ela se torna em desejo, depois vem a ação, logo vira pecado.  Esse é um excelente exemplo de fugir da tentação. José não ficou parado para discutir nem se deu tempo para reconsiderar. Ele fugiu.

“Ao contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo e não fiquem premeditando como satisfazer os desejos da carne.” (Romanos 13:14)

Eu lhe digo que satisfazer os desejos da carne é o oposto de fugir da tentação. Quando nos permitimos permanecer em situações tentadoras em vez de fugir delas, estamos erroneamente confiando na carne. Acreditamos na mentira de que a nossa carne pecaminosa de alguma forma encontrará forças para resistir no último momento. Então ficamos chocados e envergonhados quando, em vez de resistir, cedemos.

01) Não seja um Cristão 007.

Não importa onde você esteja, mostre quem você é, tenha convicção da sua fé.

José em nenhum momento escondeu que adorava o Deus de Israel, ao contrário, mostrou Deus em tudo que fazia. Não basta apenas ir a igreja nos domingos, nós precisamos ser igreja em todos os lugares, e dizer não as "piadas sensuais", as fofocas, de lugares, de algumas pessoas, sempre mostrando que aquilo não é pra você, mas que você é diferente, mostre Jesus através de seus atos e palavras.  Graças ao seu amor e devoção a Deus, José foi de escravo e prisioneiro, ao posto de primeiro-ministro, a segunda pessoa mais poderosa  do Egito depois de Faraó
“Eu digo a vocês: Quem me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus. (Lucas 12.8)


02) Fuja da tentação.

Não há vergonha nenhuma nisso. Esse conselho também funciona para qualquer tentação muito forte. Se você sente que não vai conseguir resistir, fuja da tentação.

A pessoa sensata vê o perigo e se esconde; mas a insensata vai em frente e acaba mal.” (Provérbios 22:3)


02) Se livre do rancor

Perdoar não é e nunca vai ser fácil, mas guardar rancor destrói. José foi traído, abandonado, esquecido, mas ele não guardou rancor. Em vez de focar nas injustiças, José escolheu focar em Deus. Ele perdoou seus irmãos, que o venderam como escravo. O rancor causa muito sofrimento para você e para as pessoas à sua volta. Se você quer uma vida feliz, com sucesso, perdoe! Não deixe o passado destruir seu futuro.

— Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no céu, também perdoará vocês.” (Mateus 6:14)

 Esteja no controle. “Não se deixe vencer pelo mal.” (Romanos 12:21). Isso quer dizer que você não precisa ser uma vítima das tentações. Você pode escolher fazer a coisa certa. É você quem está no controle. Você que decide se vai fugir ou não a uma tentação, mas eu lhe garanto, fuja, você só tem a ganhar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou, comente, deixe sua sugestão ou uma nova pergunta...