quarta-feira, 21 de junho de 2023

Quando morremos o que acontece depois? (parte 01)

 


Teremos 03 artigo falando sobre , vamos juntos descobrir a doutrina das últimas coisas, ou seja, alguns aspectos sobre a morte, como o tema de hoje. a morte é algo que muitas pessoas evitam falar em todos os lugares do mundo. Quais são as respostas para as perguntas difíceis sobre a morte? Há vida após a morte? Será que voltaremos a ver nossos amados que morreram?

E o que significa morrer?  Todos temos receio de mencionar tal palavra, ou até mesmo de imaginar. Jesus apresenta mensagens confortadoras, e a Bíblia responde claramente a todas as nossas dúvidas sobre a morte e a vida futura.

Mas antes de tudo, vamos entender alguns termos e expressões que as escrituras sagradas usam para se referir a morte. Mas como assim termos e expressões? Vamos pensar no mundo de hoje, na sociedade atual, como expressamos quando temos que dar notícias que alguém morreu. Temos o costume de utilizar outras palavras, por exemplo: Fulano bateu as botas, partiu dessa pra uma melhor, quando usamos essas palavras, todos sabem que alguém morreu. Na Bíblia acontece a mesma coisa, existe algumas expressões que são utilizadas pelos autores para não falarem “morreu”, mas quer dizer a mesma coisa.

A primeira expressão que encontramos que se refere morte é a palavra “adormeceu”, que se encontra em João 11.11-14 “Depois de dizer isso, prosseguiu dizendo-lhes: “Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou até lá para acordá-lo”. Seus discípulos responderam: “Senhor, se ele dorme, vai melhorar”. Jesus tinha falado de sua morte, mas os seus discípulos pensaram que ele estava falando simplesmente do sono. Então lhes disse claramente: Lázaro morreu!”
Quando Jesus usa a palavra “adormeceu” é pra tornar ou ficar mais suave, ou menos intenso.  

A segunda expressão que encontramos é “tabernáculo” que fica em 2 Pedro 1:14 “porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou.” Ou seja, Pedro estava dizendo que em breve iria morrer, mas para não falar a palavra morrer ele usa a expressão: “em breve deixarei este tabernáculo”. A palavra tabernáculo vem do latim, ela quer dizer: “tenda pequena, morada da alma”, por isso tem tudo a ver com essa com esse contexto que está inserido.

A terceira expressão que encontramos é “habitação terrena”, se encontra em 1 Coríntios 5.1 “Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna nos céus, não construída por mãos humanas. Se for destruída a nossa habitação terrena aqui na terra (se morrermos), teremos uma habitação eterna no céu (um novo corpo). E não acaba por aqui, tem mais uma expressão “Deus requerendo a vida”, que se encontra em Lucas 12.20 “Contudo, Deus lhe disse: ‘Insensato! Esta mesma noite a sua vida será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou?

A quarta expressão é “Ser reunido aos seus antepassados” encontra-se em Genesis 49.33 “Ao acabar de dar essas instruções a seus filhos, Jacó deitou-se, expirou e foi reunido aos seus antepassados.” Era uma expressão muito comum utilizado no Velho Testamento pra dizer que a pessoa morreu, ou seja, ela foi reunida aos seus antepassados. Tem duas coisas importantes para que você entenda o motivo dessa expressão, primeiramente, no Velho Testamento lemos constantemente associando ao lugar onde os que são salvos morrem chamado “seio de Abraão”, e ao mesmo tempo era uma tradição, é muito importante você observar isso no Velho testamento, onde colocavam o corpo da pessoa no mesmo túmulo onde estavam seus antepassados. Era muito comum na época, grutas ou cavernas se tornarem túmulos, que eram fechadas com pedras para que não tivesse acesso facilmente, onde era colocado junto com seus antepassados.

Outras expressões:

“Descer ao silêncio” - Os mortos não louvam o Senhor, tampouco nenhum dos que descem ao silêncio.Salmos 115:17;

“Voltar ao pó” - Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó, e ao pó voltará”. Gênesis 3:19;

“Morrer” – Naquele mesmo instante, ela caiu morta aos pés dele. Então os moços entraram e, encontrando-a morta, levaram-na e a sepultaram ao lado de seu marido.Atos 5:10;

“Ir-se como a sombra” - “O homem nascido de mulher vive pouco tempo e passa por muitas dificuldades. Brota como a flor e murcha. Vai-se como a sombra passageira; não dura muito.” Jó 14:1-2;

“Partir” Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor.” Filipenses 1:23

Observamos que os escritores bíblicos usavam muitas expressões para se referir a morte, é importante que você conheça essas expressões para que você não interprete de forma errada algum texto bíblico, quando você ouvir ou ler algumas dessas expressões você vai saber que está se referindo a morte.

O que é a morte? Ela é a separação do corpo físico e do espírito. Mas talvez o que você não saiba é que a morte não é o fim da nossa história. A morte é o processo pelo qual o homem sai do mundo físico e passa a habitar o mundo espiritual, onde não podemos ver. A morte também foi a primeira impressão visível do pecado da humanidade. Você lembra do Jardim do Éden? E o Senhor Deus ordenou ao homem: “Coma livremente de qualquer árvore do jardim, O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo. mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá”. Gênesis 2:15-17. E Adão e Eva obedeceram a Deus? Não! Então quando eles desobedeceram, o pecado entrou na humanidade, e a partir dali todos nasceram mortos espiritualmente, separados de Deus. Mas Jesus desceu do céu e morreu em nosso lugar, pagando assim a nossa dívida, nesse momento a morte se tornou inoperante, e nos ofereceu a vida eterna. Pelo sacrifício de Jesus, a morte para nós em que cremos em Cristo e daqueles que irão entregar suas vidas a Jesus é apenas um início da eternidade com o Senhor e não o fim como muitos pensam. Morrer é um processo natural, nós temos uma certeza, um dia iremos morrer, a não ser que Cristo volte antes desse episódio e você tenha o seu corpo arrebatado. O versículo acima mencionado as vezes confunde muita gente, quando você ler que o resultado do pecado é a morte, mas você observa que Adão e Eva continuaram vivos isso gera uma certa confusão. Porque na verdade, a morte instantânea foi a morte espiritual, que foi a desconexão, a separação de Deus, mas o corpo continuou vivo por um tempo. Eis que eu digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados. Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal se revista de imortalidade. Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade e o que é mortal de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: “A morte foi destruída pela vitória” 1 Coríntios 15:51-54. Esse texto está se referindo ao nosso corpo, se nós não tivermos a experiência sermos arrebatados, seremos ressuscitados e ganharemos um novo corpo. Passamos a existir não quando nascemos, mas no momento da concepção, da fecundação. Deus o cria o nosso espírito quando passamos a existir, e esse espírito é eterno, é imortal, o mesmo não experimentará a morte. É certo dizer que o nosso espírito, ou vai viver a eternidade com o Senhor ou longe do Senhor. Apesar do nosso corpo morrer, de nós passarmos pela morte física, o nosso espírito continua existindo por toda a eternidade, aguardando em um estado intermediário  até a ressurreição dos últimos dias, onde teremos nossos corpos glorificados, corpos  que nunca experimentará a morte novamente. Te vejo na parte 2 desse artigo onde explicarei melhor sobre o estado intermediário.

Fonte: Extraído do SENIB da Nova Igreja Batista Grande Circular



Um comentário:

Se gostou, comente, deixe sua sugestão ou uma nova pergunta...