quarta-feira, 17 de abril de 2024

Jesus nunca prometeu...


Uma vida sem problemas.

De fato, Jesus nunca prometeu uma vida sem problemas. Na verdade, ele falou sobre as dificuldades que seus seguidores enfrentariam. Por exemplo, em João 16:33, ele diz: “Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.”

Isso é frequentemente interpretado como um encorajamento para enfrentar desafios com fé, sabendo que não estão sozinhos em suas lutas.

Embora muitas vezes desejemos uma existência livre de dificuldades, a realidade é que todos enfrentamos desafios. A Bíblia nos lembra disso e nos oferece consolo e esperança. Na história de Jó, um homem justo e íntegro, vemos como ele enfrentou inúmeras adversidades. Ele perdeu seus filhos, sua saúde e sua riqueza. No entanto, Jó permaneceu fiel a Deus, mesmo quando tudo parecia desmoronar à sua volta. Deus não prometeu a Jó uma vida fácil, mas Ele estava presente em cada momento de sofrimento e angústia.

Da mesma forma, nós também não estamos isentos de problemas. No entanto, Deus nos promete algo ainda mais valioso: Sua presença constante. Ele está conosco em nossas lutas, nos fortalecendo e nos sustentando. As Escrituras nos lembram dessas promessas:

Jesus prometeu que o Espírito Santo estaria conosco para sempre.

João 14:16-18: "Eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Auxiliador, o Espírito da verdade, para ficar com vocês para sempre. O mundo não pode receber esse Espírito porque não o pode ver, nem conhecer. Mas vocês o conhecem porque ele está com vocês e viverá em vocês. – Não vou deixá-los abandonados, mas voltarei para ficar com vocês." 

Portanto, embora enfrentemos dificuldades, podemos confiar que Deus está ao nosso lado, nos guiando e nos dando forças para superar cada obstáculo da vida.

Uma vida de Prosperidade e riquezas

Jesus nunca prometeu prosperidade de forma direta. Embora algumas interpretações teológicas e movimentos religiosos enfatizem a ideia de que a fé em Jesus levará automaticamente à prosperidade material, a Bíblia não sustenta essa visão de maneira universal.

Ele nos encoraja a buscar o Reino de Deus e a justiça, em vez de nos concentrarmos exclusivamente em riquezas terrenas. Alguns versículos relevantes incluem:

Mateus 6:19-21: “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.”

Lucas 12:15: “Então lhes disse: ‘Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens.”

Filipenses 4:11-13: “Não digo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece.”

Portanto, embora a fé em Jesus possa trazer bênçãos e conforto espiritual, não devemos esperar automaticamente prosperidade material. O nosso foco deve estar no relacionamento com Deus, independentemente das circunstâncias materiais.

Que usaria profetas nos dias de hoje

Quanto à existência de profetas nos dias de hoje, creio que em Efésios 2.20: "Vocês são como um edifício e estão construídos sobre o alicerce que os apóstolos e os profetas colocaram. E a pedra fundamental desse edifício é o próprio Cristo Jesus."

Temos uma evidência de que eles não mais existem. Pelo menos no sentido de profetas do Novo Testamento, que supriam uma necessidade que não temos hoje. Eles não tinham ainda a Bíblia completa como nós temos, a completa revelação de Deus. Era um período de transição e recebiam a Palavra diretamente de Deus.

Por isso, juntamente com os apóstolos (que não mais existem) formaram o fundamento ou alicerce da Igreja, sobre o qual somos hoje colocados como pedras vivas. Hoje vemos a profecia no sentido de se falar por Deus, ou seja, quando alguém está falando a Palavra de Deus, conforme está na Bíblia, está profetizando, ou seja, falando da palavra de Deus. Mas isto é bem diferente das revelações que eram dadas aos profetas do Novo Testamento. Nada mais falta para nos ser revelado, pois se faltasse, a Bíblia estaria incompleta. Por isso, quando alguém diz: "Deus me disse pra te falar...", ou "Tenho uma revelação de deus pra sua vida..." não dê crédito, isso é o que chamo de heresia. Não existe profetas na atualidade, se quisermos ouvir a Deus, simplesmente devemos abrir nossas bíblias.

Que a Escritura Sagrada precisaria ser atualizada ou reescrita

O evangelho é uma mensagem profunda e transformadora que nos confronta a mudar de vida, ser humilde e nos leva de volta a Deus por meio da Graça. O Ser humano já nasce separado de Deus, por causa do pecado. Só por meio de Jesus, quando o aceitamos como nosso Senhor e único Salvador, experimentamos o Amor verdadeiro, e assim, mudamos o nosso status de separado para conectados novamente a Deus.  Devemos lembrar que tudo o que recebemos é pela graça de Deus, e não porque Ele nos deve algo. A verdadeira mensagem do evangelho nos chama a amar uns aos outros, a deixar nossa velha vida para trás, começar a viver uma nova vida em Cristo, com novas atitudes.

Onde Jesus se encontra sempre haverá mudança de vida, transformação do caráter e renuncia diária. 

Falando em renunciar, para muitos, significa abrir mão de desejos mundanos e seguir um caminho espiritual. A renúncia pode envolver deixar de lado vícios, egoísmo, ambições excessivas, imoralidade e outras distrações que nos afastam de Deus.

Aqueles que renunciam estão comprometidos em viver para Deus, buscando Sua vontade e obedecendo aos Seus mandamentos. Embora algumas pessoas possam considerar isso uma perda de tempo, para outros, é uma jornada de significado e propósito. A Bíblia nos ensina que renunciar ao mundo e viver para Deus é uma escolha sábia e recompensadora. Jesus disse: “Quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará” Mateus 16:25.

Por essa razão, muitos falam que a Bíblia não tem uma mensagem “fofinha” ou fácil de ouvir. Qualquer interpretação que exalte o homem em vez de Deus, que massageie o ego, não está alinhada com o verdadeiro evangelho.

Isaías 55:6: "Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao SENHOR enquanto ele está perto."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou, comente, deixe sua sugestão ou uma nova pergunta...